Indicações do Papa aos que trabalham na mídia

papacomjornalistasOntem, sábado, 16 de março de 2013, Papa Francisco, em sua primeira audiência pública, além de agradecer várias vezes o trabalho dos jornalistas e de lhes dar, “em silêncio”, sua bênção apostólica, ao complexo e comportado mundo das comunicações, operadores e grupos mediáticos, apresentou oito indicações que poderiam ser definidas as “regras” para uma correta e sadia relação ao serviço da verdade e do bem comum.

O crescimento da importância dos meios de comunicação.

O papel dos meios de comunicação social foi crescendo nestes últimos tempos, ao ponto que se tornou indispensável para narrar ao mundo os eventos da história.

Ler os fatos da Igreja na ótica da fé.

Nestas últimas semanas tivestes a possibilidade de falar da Santa Sé, da Igreja, de seus ritos e tradições, de sua fé e, em particular, do papel do Papa e de seu ministério. Um agradecimento sincero vai aos que souberam observar e apresentar estes eventos da história da Igreja considerando a perspectiva mais correta com a qual devem ser lidos, a da fé.

Os eventos eclesiais tem uma lógica especial.

Os eventos da história pedem quase sempre uma leitura complexa, que às vezes pode também compreender a dimensão da fé. Os eventos eclesiais não são certamente mais complicados daqueles políticos ou econômicos! Eles, porém, tem uma característica mais característica particular: respondem a uma lógica que não é principalmente a das categorias, por assim dizer, do mundo, e exatamente por isso não é fácil interpretá-los e comunicá-los a um público vasto e muito variado.

A perspectiva do Povo de Deus que caminha rumo a Cristo.

A Igreja, de fato, também se é logicamente uma instituição humana, histórica, com tudo aquilo que isso comporta, não tem uma natureza política, mas essencialmente espiritual: é o Povo de Deus, o Santo Povo de Deus, que caminha ao encontro de Jesus Cristo. Só se posicionando nesta perspectiva se pode dar plenamente razão a tudo o que a Igreja Católica realiza.

O pastor e centro da Igreja é Cristo.

Cristo é o Pastor da Igreja, mas sua presença na história passa através da liberdade dos homens: entre eles um é escolhido para servir como seu Vigário, Sucessor do Apóstolo Pedro, mas Cristo é o centro, não o Sucessor de Pedro: Cristo. Cristo é o centro. Cristo é a referência fundamental, o coração da Igreja. Sem Ele, Pedro e a Igreja não existiriam nem teriam razão de ser […] É importante, queridos amigos, ter sempre na devida conta este horizonte interpretativo, esta hermenêutica, para focalizar o coração dos eventos destes dias.

Conhecer cada vez mais a verdadeira natureza da Igreja e de seu caminho.

Disso nasce, primeiramente, um renovado e sincero agradecimento pelos cansaços destes dias particularmente empenhados, mas também um convite a buscar de conhecer cada vez mais a verdadeira natureza da Igreja e também seu caminho no mundo, com suas virtudes e seus pecados, e conhecer as motivações espirituais que a orientam e que são as mais autênticas para entendê-la.

Em sintonia com a Verdade, a Bondade e a Beleza.

Estejam certos que a Igreja, de sua parte, dá uma grande atenção à vossa preciosa obra; vocês tem a capacidade de captar e expressar os anseios e as exigências do nosso tempo, de oferecem elementos para uma leitura da realidade. O trabalho de vocês precisa de estudo, de sensibilidade, de experiência, como tantas outras profissões, mas comporta uma particular atenção em relação à verdade, à bondade e à beleza; e isto nos torna particularmente próximo, porque a Igreja existe para comunicar exatamente isto: a Verdade, a Bondade e a Beleza “em pessoa”. Deveria aparecer claramente que somos chamados todos não a comunicar a nós mesmos, mas este tripé essencial que formam verdade, bondade e beleza.

Lhes desejo conhecer cada vez melhor o Evangelho de Jesus

Gosto muito de vocês, vos agradeço por tudo aquilo que fizeram. E penso ao seu trabalho: lhes desejo de trabalhar com serenidade e com fruto, e de conhecer cada vez melhor o Evangelho de Jesus Cristo e a realidade da Igreja. Confia todos vocês à intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, Estrela da evangelização. E desejo tudo de bom a todos vocês e suas famílias, a cada uma de suas famílias. E lhes dou de coração a todos a bênção. Obrigado.

Fonte: Dom Total

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s